JULIANA FLÁVIA MATTEI

OAB/SP 321.767;  OAB/RS 56.816

Contato:

(11) 3046-7470
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Formação Acadêmica:

  • Mestre em Direito Ambiental pela Universidade de Caxias do Sul – UCS/RS (2010);
  • Especialista em Direito Processual Civil – Processo e Constituição pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS/RS (2006);
  • Especialista em Direito Ambiental pela Universidade Federal de Pelotas – UFPEL/RS (2004);
  • Graduada em Direito pela Universidade Federal de Pelotas – UFPEL/RS (2002).

Experiência profissional:

  • Consultora do Canal Terraviva (Grupo Bandeirantes), apresentando o quadro Questões Ambientais no Programa Dia Dia Rural;
  • Professora convidada no Curso de Pós-graduação em Direito Civil e Processo Civil da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), Campus Pinhalzinho/SC (Edição 2011) e São Miguel do Oeste/SC (Edição 2012);
  • Atuação por 10 anos na Advocacia junto a grandes escritórios.

Publicações:

  • Ainda sobre as APPs de Restinga no novo Código Florestal (coautora). São Paulo: Revista do Advogado, Março de 2017, nº 133, p. 110-118;
  • A suspensão de segurança nas lides ambientais: uma reflexão após 30 anos da edição da Lei da Ação Civil Pública (coautora). in Ação Civil Pública após 30 anos São Paulo: Revista dos Tribunais, 2015, p. 163-183;
  • As atividades de transporte aéreo e a eventualidade de danos ambientais por emissões atmosféricas (coautora). in Infraestrutura no Direito do Ambiente. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2015, p. 521-547;
  • Trânsito urbano: o limiar do caos? Políticas de gestão e mobilidade urbana (coautora). in Carlos Alberto Lunelli (org.) Direito, Ambiente e Políticas Públicas. Curitiba: Juruá, 2010, v. 1, p. 31-49;
  • O direito fundamental ao meio ambiente e sua eficácia enquanto direito à organização e ao procedimento. Revista da Ajuris, v. 116, p. 227-250, n. 2009;
  • Revitalização de brownfields: da aplicação do princípio da função socioambiental da propriedade ao gerenciamento de áreas contaminadas ou suspeitas de contaminação” (UCS/RS, 19.11.2010) (Dissertação).

 Idiomas:

  • Inglés.